segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Triste Realidade (2)

Já nas escolas particulares, os pais são chamados na escola pelo professor devido a falta de estudo e respeito de seus filhos e os pais DEFENDEM os filhos baderneiros.

Observem a equação:

Pais que não educam os filhos ensinando limites
+
filhos sem gosto pelo estudo e sem escrúpulos (aprenderam a ser assim com os pais)
=
a reportagem do Fantástico,  Fraude nos vestibulares, no domingo:  "Uma dessas quadrilhas, descoberta no interior de São Paulo, vendia vagas em seis estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Maranhão, Goiás e Rio de Janeiro. Por telefone, eles negociavam com pais e candidatos."

A quadrilha falava com os pais, que deveriam ser os exemplos de atitude e caráter.

Já imaginaram o que acontece com essa leva de médicos que não gostam de estudar e compraram a vaga na universidade????????

Um monte de laudos incorretos, doenças erroneamente identificadas, cirurgias mal feitas, medicamentos prescritos incorretamente entre outros problemas.

Médicos necessitam e devem continuar a estudar, pois surgem novas técnicas e medicamentos e assim eles devem estar em constante atualização.

Assitam a reportagem e deixem seu comentário.

E que venham os 200 dias.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Triste Realidade

Quando éramos alunos, Deus nos livrasse de sermos colocados para rua da sala de aula, nossos pais nos  "esfolavam" ao chegar em casa.

Hoje em dia nossos alunos RIEM da nossa cara, e ficam felizes quando os colocamos para fora da sala!


São tristes realidades com as quais temos que conviver!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Pois é... (2)

Enquanto Professores brigam para estarem dentro do PISO, a Justiça tem que obrigar políticos e juízes a permanecerem abaixo do TETO salarial. Que luta desigual.  E que venham os 200 dias.

Pois é...

Outro detalhe importante, como ficará o piso do magistério que foi novamente reajustado? Será prontamente pago ou em SC haverá parcelamento algo como 1% a cada ano? quem sabe no ano de 2253 o  Estado consiga deixar isso em dia.